21/01/2010

Mais que irmã, uma amiga!


Já ouvi muita gente dizer assim: "Fulano é mais que um amigo pra mim, é um irmão". Eu não concordo. Existem muitos irmãos por aí que estão longe de ser amigos, quer ver o outro pelas costas, vivem se pegando, se odiando, passam a vida sem se falar...

Eu, graças a Deus, não vivo isso. Tenho uma irmã que é mais que irmã, é amiga! Ontem, dia 20, foi feriado aqui no RJ, e eu fui visitar irmãzinha. É engraçado porque nos falamos todos os dias por telefone e ainda temos assunto pra "mais de metro". Ela é 10 anos mais velha que eu, mas nem por isso deixamos de ter afinidades.

Ela ajudou a me criar, pois minha mãe saía cedo pra trabalhar, tomou conta de mim, me ensinou tantas coisas e muito do que sou hoje devo à ela. Por mim ela já comprou diversas brigas, já armou barracos, já pagou micos e deu um mega empurrão pra que meu primeiro beijo acontecesse, se não fosse por ela, a timidez da dona desse blog a deixaria boca virgem até hoje, rsrs...

Então, este post é em homenagem a ela, minha irmã querida, que ainda por cima me presenteou com o sobrinho mais lindo e amado desse mundo, a única criança que consegue derreter meu coraçãozinho de iceberg para assuntos infantis (não é que eu não goste de crianças, é que não tenho vocação e muito menos paciência, entendam bem!)


É isso! Fico feliz por ter uma família unida, normal, que se ama apesar de tudo!

2 comentários:

Luciano disse...

Eu tambem tenho uma família linda, unida e também muito ouriçada, que briga, briga, mas caba pedindo perdão, kkkkkkk.......
O mais engraçado é que não vivemos sem o outro. É muito bom termos irmãos amigos assim, meu irmão é um grande amigo.

Parabéns pela linda familia!
Um beijo em seu coração.

Luciano Portela

Ruiva disse...

Own..
Como eu digo, amo minha irmã e ela é linda!!!!! Falo isso pra minha Be o tempo todo, Elaine. A maioria dos irmãos se odeiam. Nós somos excessões. Ela é minha amigona e sou capaz de matar ou morrer por ela. E ela, ídem.
Sorte nossa, não é mesmo, de termos uma mana tão querida.

Beijas.